Categoria: Congadas Catalão

Congadas Catalão

Com apoio da Prefeitura de Catalão, fotógrafo lança livro “A fé em tempos de Pandemia”

Num evento online, o fotógrafo Lucas Machado lançou na última quarta-feira (24), seu primeiro livro: A Fé em Tempos de Pandemia: Congadas Biênio 2019-2020. Para que a tão sonhada obra se tornasse real, contou com todo apoio da Prefeitura Municipal de Catalão. Foram dois anos de trabalho e dedicação. A Fé em Tempos de Pandemia reuniu relatos, testemunhos de pessoas que vivem - durante o ano inteiro - a fé em Senhora do Rosário e a expressa nas ruas em dias de devoção e festejos. O autor, que também foi dançador nos ternos de congo, tem uma ligação de louvor e gratidão que, inclusive, o trouxe até a consolidação do conteúdo literário fotográfico. Satisfação e agradecimento Esbanjando alegria, satisfação e em sinal de...

Congadas Catalão

LUTO – Nosso “Adeus” ao Capitão Sílvio Eutálio

#LUTO É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do nosso capitão das congadas de Catalão, Goiás, Silvio Eutálio. O falecimento ocorreu nesta segunda-feira 15 de março. Silvio era Capitão do Terno de Congo Catupé Cacunda Nossa Senhora das Mercês, conhecido como Catupé Amarelo e deixa, além da saudade dos seus familiares e amigos, a referência de um capitão apaixonado pela Festa em Louvor à Nossa Senhora do Rosário. Neste momento doloroso, a Família Blog da Maysa Abrão se solidariza aos familiares e amigos do nobre capitão Silvio. Que Deus possa confortar o coração de todos. AQUI, nossos sinceros sentimentos. Maysa...

Congadas Catalão

O casal de festeiros da 75ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário do Catalão – Jorge Democh e Adibe Elias Democh

“ATA - Aos vinte dias do mês de agosto de mil novecentos e cinquenta e um, em casa do senhor Presidente, depois de discutidos vários assuntos que interessam à Irmandade de Nossa Senhora do Rosário, foi aprovado por unanimidade, os nomes do senhor Jorge Democh e Adibe Elias Democh, para os festeiros de 1951, e o nome do senhor Sebastião Nascimento para mordomo do mastro”. No dia 20 de agosto de 1951 foi registrada em ata, com assinatura do senhor Júlio Pinto de Mello, uma reunião realizada na casa do presidente da Irmandade daquele ano. A mesma era para tratar assuntos relacionados aos festejos do ano de 1951. Em pauta, quem seriam os próximos festeiros da festa em louvor a...

Congadas Catalão

O casal de festeiros da 111ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário do Catalão – João Sebba Neto e Maria Célia Paschoal Safatle

João Sebba Neto e Maria Célia Paschoal Safatle foram os festeiros da 111ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário, realizada no ano de 1987. Pais de Marcelo, Maria Tereza e Maria Cristina, o casal tem como xodós os netinhos Antônio e Marcela. Maria Célia conta que a ornamentação do Ranchão, naquela época de palha, foi feita por Mauricio Abrão (in memoriam) e Imaculada. “Eu era diretora do Colégio Estadual João Netto Campos e contei com a ajuda de todos os professores. Realizamos uma bela festa, onde a famosa Ceia Síria foi feita pela saudosa Dona Sofia Abrão. Os biscoitos foram feitos no Posto JK, pois como era em grande quantidade, o Dininho (in memoriam), nos emprestou por...

Congadas Catalão

O casal de festeiros da 112ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário do Catalão – Haley Margon Vaz e Joana Gomides Margon

Ex-deputado e ex-prefeito de Catalão Haley Margon Vaz e sua esposa Joana Gomides Margon, carinhosamente chamada por todos de Dona Joaninha, foram os festeiros da 112ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário. Casados desde 1955, os pais de Letícia Gomides, Halley Margon Vaz Junior e Ricardo Gomides realizaram em 1988 uma das mais belas festas já realizadas até os dias atuais. Haley conta que sua festa aconteceu em uma época em que as barracas eram poucas, porém a fé e a devoção já perduravam por centenas de anos. “Minha querida e saudosa mãe, Matilde Margon Vaz foi festeira juntamente com o senhor “Rola”, o saudoso Aguiar de Paula na década de 40. Naquela época não existia as barraquinhas e a...

Congadas Catalão

O casal de festeiros da 65ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário do Catalão – Sebastião Guarda-chaves e Cecilia

Em seu artigo “Vida e Voto de Devoto”, o historiador Altair Moreira Querino, formado pela Universidade Federal de Goiás, Campus Catalão e também dançador das Congadas de Catalão nos relata uma entrevista feita com Osvaldo Rodrigues, o Sapo (in memoriam). O depoente revela que era dançador da Festa do Rosário de Catalão, quando ainda existiam apenas dois ternos de congos e um de Moçambique. Osvaldo recorda que no início da década de 40, com a irmandade proibida de realizar a festa na Igreja Velha Matriz, um dos festeiros foi Sebastião Guarda-chaves e sua esposa Cecilia. “A festa era feita na casa dos festeiros, onde construímos um rancho todo com folha de banana. Ali rezávamos o terço e a festa ficava...

Congadas Catalão

Vilão de Santa Efigênia Por Paulo Hummel Jr

Importante festa popular do folclore brasileiro, a Congada é fruto do sincretismo religioso proveniente da fusão de elementos culturais africanos (principalmente do Congo e de Angola) misturados com portugueses (cristãos). Apresenta-se em forma de procissão ou desfile e, em Catalão, onde é comemorada desde 1876, é marcada por danças, cantos e músicas. Nossa Senhora do Rosário é a homenageada e o padroeiro é São Benedito. O terno Vilão de Santa Efigênia, criado por Joaquim Coelho da Silva e por Antônio Severino, em 1948, é um dos mais antigos da nossa cidade. Ambos eram originários de Campo Belo-MG, onde já participavam das congadas e vieram juntos...

Congadas Catalão

*A grande Festa de Nossa Senhora Do Rosário* por Maria Eduarda

Não tem festa, mas tem devoção, e tem muita fé dentro do coração. Neste momento difícil que estamos passando, refletimos o quanto nossa fé é grande. Vamos deixar em nossas memórias, a grande festa do Rosário de 2020. Onde os filhos de Nossa Senhora do Rosário, não a abandonaram nesse momento. Foi uma festa triste, mais foi muito linda, cheia de devotos e muita emoção. O coração dói e derramamos muitas lágrimas vendo aquela situação. Mas a fé sempre continua, os dançadores de Nossa Senhora seguindo sua soberana rainha em toda cidade. Alguns em casa, outros acompanhavam, mas todos sempre juntos e unidos. Sendo aqueles mais velhos ou também os mais novos. Tivemos nossa festa, de um modo diferente, mas não deixamos nosso amor e nossa fé acabar. Com...

Congadas Catalão

O casal de festeiros da 105ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário do Catalão – Jorge Primo e Helda Persicano Primo

Filho de Antônio Elias Primo e Maria Jorge Farjalla, o fundador do Guaraná Amazonas, Jorge Elias Primo junto a sua filha Helda Persicano Primo foram os festeiros da 105ª Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário de Catalão. A filha Hilma das Graças Primo, a Didi, conta que, o pai sempre amou a Festa do Rosário, algo hereditário na família. “Certa vez, meu pai ficou seriamente doente e minha avó Maria fez promessa a Nossa Senhora do Rosário que se curado, ela iria fazer os balõezinhos para a procissão da bandeira. Assim foi por mais de 70 anos, pois meu avô Antônio morreu e meu pai deu continuidade sendo o mordomo do mastro e minha mãe confeccionando os balões”. A festa...

Congadas Catalão

NA TRADIÇÃO DO ROSÁRIO por Luis Estevam

A Festa do Rosário é o maior acontecimento sócio-religioso de nossa região. A bela tradição tem suas origens no século XIX e conta, pelo menos, com 144 anos de existência. De acordo com registros históricos municipais, desde 1876 a Irmandade de N. S. do Rosário já existia, levando a crer que, naquela época tinha uma festa organizada na cidade, além de romaria em louvor à santa realizada inicialmente na zona rural. Tudo começou quando um descendente da família Monttandon, de origem alemã, mudou-se de Araxá para Catalão, logo depois da metade do século XIX. Esse descendente de imigrantes, Pedro Netto Carneiro Leão, casou-se com Dona...